O melhor da semana de Moda masculina - Milão - Thinking in Textures

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

O melhor da semana de Moda masculina - Milão


Milão tem sido umas das capitais de Moda mais importantes, quer para as linhas masculinas ou femininas. Muitas são as razões para que isso aconteça. A cidade em si evoca noções de artesanato italiano, os melhores alfaiates e, claro, o street style. Todos os anos duas vezes por ano é montado o grande aparato: fotógrafos, jornalistas, modelos, designers, compradores e admiradores juntam-se à volta da passerelle montada na cidade italiana para apreciar as apostas dos criadores. Este ano, como não poderia faltar, tivemos propostas desde os mais relaxado até ao mais tradicional e clássico.
Ficam aqui as quatro apresentações que chamaram a minha atenção na semana de Moda masculina, em Milão.



Prada
Seja na linha masculina ou feminina Miuccia Prada tem tido a capacidade de se reinventar que se reflete no sucesso da casa italiana. Para o outono/inverno masculino a criadora escolheu a simplicidade e a realidade. Esse foi o sentimento por de trás dos coordenados apresentados. “São muitas as minhas inspirações que resumi-las seria impossível. Da grandeza para a simplicidade foi sentimento que me acompanhou durante o processo criativo. (...) Mais humano, mais simples, mais real... o desejo da realidade, da humildade e da simplicidade.” disse Miuccia Prada nos bastidores do desfile.





MSGM
Inspirado pelas corridas de cavalo e pelo ski, Massimo Giorgetti, o criador italiano responsável pela direção artística da MSGM apresentou boas apostas para os amantes do street style. Hoodies, trench coats ou tracksuits combinam com padrões de xadrez, riscas e até lã.  A grande surpresa estão nas headscarves apresentadas, tudo aquilo a que um homem cosmopolita deve usar. 






Fendi
Nas palavras de Luke Leitch esta é a “coleção mais positiva da temporada”, uma coleção cheia de cor, de mistura de padrões e de casacos com apontamentos em pêlo. Yes, Fantastic e Love são algumas das palavras que podemos descobrir gravadas nos coordenados e acessórios. 




Marni
Em outubro de 2016 Consuelo Castiglioni disse o adeus à casa que criou. 22 anos depois um novo criador assume o controlo. O outono/inverno da Marni marca a primeira coleção com assinatura do novo diretor criativo, Francesco Risso. No seu lançamento Risso reinventou alguns dos clássicos do criador anterior Consuelo Castiglioni. O resultado final foi uma coleção com coordenados jovens e repletos de cor. Uma nova era para o mundo Marni.